Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Helgarias

Tenho 20 seguidores fieis no meu FB. Acho que dá para ter um Blog. Sejam bem-vindos! Beijinhos.

Helgarias

Tenho 20 seguidores fieis no meu FB. Acho que dá para ter um Blog. Sejam bem-vindos! Beijinhos.

Missão a tempo inteiro

 

 

Já não é a primeira vez que ouço falar na expressão “mãe a tempo inteiro”. Normalmente associada a mães - e cada vez mais pais- que optaram por ficar em casa, dedicando mais tempo aos seus filhos. Nada contra. Pelo contrário. Mas irrita-me a expressão. Os pais, com trabalho dito “normal”, serão pais a tempo parcial? Huumm, não me parece. Têm menos tempo para os seus filhos? Muito possivelmente. Mas nunca vão ser pais a tempo parcial. Falando das mães – porque me toca especificamente -, as verdadeiras mães são sempre a tempo inteiro. A palavra mãe significa “TEMPO INTEIRO”. Os meus filhos têm-me, e irão ter-me sempre, a tempo inteiro. Eu sou deles e eles são meus, a tempo inteiro.

O amor será a tempo inteiro. Os sacrifícios por eles serão a tempo inteiro. As “zangas” serão a tempo inteiro. Se gostávamos de ter mais tempo para eles? Mais horas? Mais minutos? Mais qualidade de vida? Claro que sim! Quero muito. Mas serei sempre mãe a tempo inteiro. Todas nós seremos mães a tempo inteiro. Vocês, amigas, amigos, desconhecidas, desconhecidos, mães, pais deste mundo, têm todos a vida preenchida com um trabalho a tempo inteiro. E esse nunca deixará de o ser.

Sermos pais a tempo inteiro, depende única exclusivamente de nós. Não depende dos empregos, da sociedade, dos outros.

Eu, diariamente, esforço-me para a ser a mais competente, a mais eficaz e a mais lutadora, nesta missão a tempo inteiro. Boa sorte para nós!

Beijinhos.

3 comentários

  • Imagem de perfil

    HREBELO 17.11.2015

    :)
    Por vezes, as mães e pais ficam com "dores na consciência"por não terem o tal tempo. Isso não faz deles pais a meio tempo. A nossa cabeça "comanda" todos os segundos da vida dos nossos filhos. ;)
    Obrigada pela partilha!
  • Imagem de perfil

    Ana Rita 🌼 19.11.2015

    Helga sou mamã á 2 anos e desde que o me filho entrou nas nossas vidas começaram as interrogações. Uma delas é... "será que o meu filho gosta mais da ama (com quem passa 12h por dia) do que de mim (que úteis passo 2 ou 3 horas por dia com ele)?"
    Dou graças por ter um emprego porque com ele posso proporcionar uma vida melhor (a nível não só de brinquedos, roupa, comida) mas também porque acho que não seria psicológicamente capaz de estar em casa 24h por dia dedicada só à casa e ao filho... não condeno quem faça, mas ao fim de um tempo deixamos de ter motivo de conversa, deixamos de saber socializar (sim pk sair para trabalhar também é socializar) como acho que acabamos por "parar no tempo". Não sei... olha como diz o ditado "é um pau de dois bicos" ou "uma faca de dois gumes"como quiserem!
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Mais sobre mim

    imagem de perfil

    Favoritos

    Arquivo

    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2015
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D